quarta-feira, 3 de maio de 2017

O GRANDE LEGADO DA CIVILIZAÇÃO MAIA - POR MARCELO LAMBERT

O LEGADO MAIA

Olá amigos,

            Inicio esse artigo afirmando que a civilização Maia através de sua grandiosidade em várias áreas do conhecimento nos deixou um enorme legado e que sem nenhuma dúvida deve ser discutido em nosso tempo.

Resultado de imagem para CIVILIZAÇÃO MAIA

            Para os Maias o tempo é circular, todos os eventos humanos são pautados por essa realidade, e no caso específico desse calendário conhecido por “contagem longa” que possui um ciclo de 5.125 anos e 132 dias teve como ponto de transição a data de 21 de dezembro de 2012, sendo que a única citação documental sobre isso que temos cientificamente diz que esse novo tempo que iniciou será um ciclo de maior sensibilidade, tempo da mulher, a construção de um mundo melhor. Portanto, a ideia de final dos tempos foi pura especulação.
            Mas vamos conhecer um pouco mais dessa Civilização, os Maias habitaram América Central e parte do território hoje pertencente ao México, os primeiros indícios desse povo foram identificados por volta do século III a.C, mas o período de maior relevância foi por volta de 250 d.C até 900 d.C, momento onde o desenvolvimento matemático, astronômico, arquitetônico, arte e escrita atingiram o seu ápice.
            É possível afirmar que os Maias balizavam todas as suas atividades sob a perspectiva religiosa, os rituais faziam parte do cotidiano, bem como, a busca constante pelo sagrado, que se manifestava através de suas ações humanas.
            Acredito ser de extrema relevância trazer à baila uma questão capital para esse artigo, quais os motivos do colapso da Civilização Maia?

Resultado de imagem para CIVILIZAÇÃO MAIA

            Em primeiro lugar uma das possíveis causas para esse declínio foram às questões ambientais, acredito que os desmatamentos de áreas imensas ocasionaram um empobrecimento acelerado do solo que por consequência desencadeou uma profunda crise de abastecimento e objetivamente produziu um número maior de guerras entre as cidades-estado, claro que esses fatores agregados determinaram mudanças sensíveis na lógica social dos Maias.
            Agora vamos refletir as questões pontuadas acima, hoje em nosso “mundo” vivemos situações semelhantes, e a todo o momento escutamos sobre a necessidade de uma consciência ambiental, logo entendo uma obrigação imediata de atitudes concretas para mudanças reais quanto a isso.

Resultado de imagem para CIVILIZAÇÃO MAIA

            Outro fator interessante é o fato de que a civilização Maia viveu uma profunda crise de fé, crise essa que talvez seja determinante para o colapso da civilização, pois afinal, eles tinham a religião como o alicerce principal dessa sociedade tão complexa e organizada.
             Mas, diante dos fatos colocados até aqui fica uma grande questão que devemos pensar seriamente, enquanto boa parte das pessoas ficaram preocupadas que o mundo iria acabar em 2012, grandes decisões políticas e econômicas foram e são tomadas, e não nos importamos, o meio ambiente sendo agredido diariamente e nada fazemos de real, com poucas exceções, não podemos nos distrair, essas informações que muitas vezes atendem os interesse do capital são diariamente difundidas para nos tirar dos problemas reais.

Resultado de imagem para CIVILIZAÇÃO MAIA

            Creio que o maior legado deixado pelos Maias para nós é o fato de que hoje em pleno século XXI, estamos pensando sobre questões extremamente fundamentais para nós. Parece-me que essa civilização inconscientemente ou não, mandou um grande recado, como de fato devemos lidar com esse planeta e nossa sociedade.
            Chego ao ponto de dizer que 2012 representou um grande alerta para a humanidade, pois afinal estamos vivendo em um mundo extremo, onde os valores humanos estão sendo esquecidos, em função do poder do capital.

Resultado de imagem para MARCELO LAMBERT

            É incrível pensar que um povo que habitou a nossa América há tanto tempo hoje “brota” para o mundo como mensageiros de um tempo que necessariamente pede mudanças, pois sabemos que muito ainda temos por fazer na construção de um mundo justo para todos e não apenas para uma minoria.



MUITA LUZ
DO AMIGO
MARCELO LAMBERT

2 comentários: